by patricia murteira

Pages

Search:

.

.

13.10.15

ser fit com as novas leggins da Calzedonia

Há coisa de duas semanas que ando a tentar articular o ginásio com a faculdade. Não tem sido fácil porque eu sou aquele tipo de pessoa que adora (e precisa) de beber café antes de treinar. Durante as férias, tinha a minha rotina ideal de acordar, tomar o pequeno almoço, o café e ir treinar sem pressões. 

Mas agora voltei a ter o horário preenchido de manhã. E para ir ao ginásio às sete da tarde só mesmo a rastejar até lá. Já experimentei e tenho plena noção que dou metade daquilo que dou se for mal acorde. Também já experimentei a ir de manhã. Manhã madrugada. Às sete. Sim. Levantar às seis. Sim. Abrir a pestana a pensar quem é que alguma vez se iria levantar tão cedo para ir treinar. 


E a verdade é que o ginásio estava cheio. Tão ou mais cheio que o horário depois das cinco da tarde que é qualquer coisa como o lotado dos lotados. Fiquei um pouco incrédula mas também percebi que a grande maioria das pessoas empenhadas está no horário das sete da manhã. 

Todas eles estavam a dar o litro na passadeira e máquinas. Também quem se levanta de propósito para ir treinar aquela hora, quem se despede de forma tão cruel do paraíso almofadado em que se encontrava, claro que só pode dar o litro! É preciso ter coragem! E eles têm! 

Senti-me ainda mais motivada. Consegui treinar das 7h15m até às 8h, tomar banho, estar a sair do ginásio às 8h e 30 e estar na faculdade às 9h e 30. E acreditem que sabe mesmo bem começar o dia com parte do objectivo cumprido. No meio disto tudo, só encontro mesmo um pequeno/grande problema. Adoro deitar-me tarde. Nunca ia dormir antes da uma da manhã mesmo em dias em que precisava de me levantar as sete horas. 

O que faz com que me encontre numa luta constante entre a vontade desmesurável de continuar online até às tantas e desligar a internet às onze da noite para conseguir acordar as seis. Não tem sido fácil mas até agora, continua a ser preferível a ir treinar às sete da tarde. Tudo por uma dose prévia de cafeína. 

Quis motivar-me a mim mesma e num dos poucos dias em que passei pela Calzedonia, trouxe comigo as leggins da colecção fitness que agora há em loja. Experimentei umas pretas mais compridas e com partes rendadas mas o tecido pareceu-me pouco resistente e que rapidamente ia ficar folgado. Enquanto estava no provador, uma senhora da loja disse-me para experimentar estas que vos mostro nas fotos em baixo. 

À primeira pareceram-me um pouco extravagantes e talvez limitadas porque não estava a ver que peças teria que ficassem bem com elas. Mas o tecido era firme e o elástico na zona das ancas parecia dar-me menos dois números no tamanho das calças então... pronto, vieram! 

Entretanto, já encontrei três tops que ficam bem no conjunto e me têm acompanhado nos treinos. 







Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright @ the brunette lingerie. Blog Design by KotrynaBassDesign