by patricia murteira

Pages

Search:

.

.

5.8.15

um post sobre maçãs

Hoje (antes de apanhar o autocarro - que me ia deixar no barco - que por sua vez ia atravessar o rio - e fazer-me chegar à Trafaria - para andar cerca de meia hora até colocar os meus pés na Caparica) fui a uma frutaria. 

Tinha cerca de 10 minutos bem contados para chegar à paragem e se há coisa que gosto de levar para a praia é fruta, coisa que não tinha. Ainda pensei em ir ao Pingo Doce que ficava no caminho, mas aí seriam 10 minutos só à espera da minha vez de tirar o saco para embrulhar as maçãs. Exagerozinho, que na verdade não o é, em horas de ponta! Passando à frente.. decidi entrar numa frutaria com a qual já me tinha cruzado várias vezes no meu dia-a-dia, por me ficar a poucos metros de casa. 

Eu não sei como é que vocês são em relação à escolha de frutas. O meu principal factor seleccionador são as unhadas. Detesto!! Se eu vejo fruta, e neste caso em específico maçãs, com unhadas, sejam elas suaves, vincadas, abertas ou fechadas, passo-me. Porquê pessoas? Porquê espetar a unha na fruta para decidir se ela está boa para levar para casa? Se acham que é um passatempo giro eu posso emprestar-vos a minha acetona da Sephora. Um frasquinho adorável em que se espeta a unha numa esponja (fresquinha e tudo, vejam só) e assim escusam de marcar a vossa presença na fruta que os outros estão a ponderar comprar. Não é fantástico? 

Tirando esse factor (o das unhadas horrorosas), nunca sei bem como seleccionar fruta. Quando vejo maçãs vermelhas e brilhantes, daquelas que aparecem em anúncios, penso sempre que aquilo é demasiado perfeito para ser natural e na quantidade de químicos que não precisou. Se estou mais tentada em optar pelas maçãs menos perfeitas e mais naturais, acabo sempre por encontrar algumas manchas quando trinco e isso.. bahhh. 

É por isso que, por norma, escolho sempre a tirar à sorte. Mas hoje foi diferente. Na frutaria, existe uma  senhora que, perante a minha hesitação em escolher, me fez todo um PDF de quatro páginas (frente e verso) sobre maçãs. "Ora a menina tem aqui as maçãs Fuji muito boas e conhecidas, ou aqui as maçãs Gala mais docinhas. Também há ali as maçãs Red que são aquelas muito branquinhas por dentro. Olhe, gosta delas assim mais maduras? Estas aqui chegaram hoje por isso estão mais ácidas! Mas também se fizer questão, tenho estas aqui 100% portuguesas, garanto-lhe." 

Conseguem imaginar a minha cara perante esta situação e 10 minutos bem contados? E não estava ela a incluir toda a gama das maçãs verdes, atenção! A verdade é que acabei por trazer maçãs de três variedades diferentes. Acho que nunca levei tanta maçã para a praia e o mais engraçado é que ela tinha razão em tudo o que disse. Todas elas eram vermelhas, mas enquanto uma era mais ácida, a outra era mais doce e a outra bastante crocante. Dei por mim sentada na toalha, a interrogar-me sobre todo este universo verídico de maçãs que me passou completamente ao lado, até hoje. 

Resumidamente, vou passar a comprar a minha fruta lá. Não só tenho um atendimento personalizado, como à custa do próprio atendimento personalizado com uma proximidade inferior a um metro do cliente, garantidamente que não encontro mais unhadas na minha fruta. A vida é bela. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright @ the brunette lingerie. Blog Design by KotrynaBassDesign