.

.

27.8.15

o Antes e o Depois do meu cabelo

Eram meados do ano de 2011, quando eu cortei o meu cabelo (+/- pela zona do decote) e surgiu na minha mente a ideia de começar a deixa-lo crescer até onde ele quisesse. 

Em 2012, eu era uma pessoa de corte médio que em casa pegava na tesoura e ia cortando as pontas. Sim, assim meio às cegas nos de trás, mas era eu que cortava. Não acho que me tenha saído mal. Acredito que seja muito mais arriscado ser a própria a cortar quando o corte é curto ou demasiado direito. Na minha cabeça, eu só o queria comprido, quisesse isso implicar um escadeado criativo ou não. Lavava o cabelo e corria à tesourada a cada ponta repartida em duas que encontrasse, as tais espigadas. 

Dois anos após não ir a nenhuma cabeleireira, até que estava orgulhosa do comprimento do meu cabelo. Pintei então, pela primeira vez o cabelo e tornei-me uma versão ruiva da Rapunzel. Não desgostei do rótulo e mantive-me.


2013 foi um ano de experiências no que toca a pintar o cabelo. Cheguei a pinta-lo de castanho escuro, o que ficou horrível. Experimentei vários tons Caramelo daquela gama que a L'óreal lançou na altura. Também experimentei os tons Chocolate. 

Ia pintando o cabelo de três em três meses, mais coisa menos coisa. Já li e reli sobre o mal que faz pintar o cabelo mas a única coisa que vos posso dizer, é que no meu caso me dei super bem. Só usei tintas da L'óreal Excellence Creme e nunca senti o cabelo mais estragado, quebradiço, ressequido ou fragilizado por isso.

Quando fiz vinte anos voltei a querer mudar e no próprio dia de aniversário, voltei a ir a uma cabelereira (3 anos depois) para cortar, escadear e fazer madeixas. 

Horrível, e porquê? Porque me pintaram a raiz de um tom mais escuro para tapar a suposta cor ruiva e fizeram-me madeixas demasiado claras. Eu queria algo que aparentasse ser natural e ficou tudo menos isso. 

Por isso, conselho de amiga, sempre que estiverem a pensar em ir fazer madeixas, nunca, mas nunca deixem que vos toquem na cor da vossa raiz. 

Foi uma experiência um quase que traumática para quem não ia a uma cabeleireira há três anos mas… a vida continua. E há tintas para isso. Voltei a pintar o cabelo, consegui tapar o tom da base pavorosa, as madeixas demasiado claras e até tive sorte porque após algumas lavagens, elas foram abrindo e tornando-se nas nuances que eu sempre quis. 

Isso e o Sun Kiss Gelly também da L'óreal, contribuíram para que eu voltasse a gostar do aspecto do meu cabelo e há coisa de um mês, ele estava como na foto em baixo. 


Mas no fim-de-semana passado e assim do nada, deu-me vontade de fazer uma mudança radical e largar todos os quilómetros de cabelo que já me caracterizavam há quatro anos. Estava em Lisboa e pensei que se não fosse naquele momento, poderia já não acontecer. 

Decidi procurar pela internet fora opiniões de salões. Encontrei vários muito bons mas também muito caros. Até que me lembrei de uma vez ter passado na Duque D'Ávila por um salão que me pareceu bom e acessível, o Jean Louis David.

Arrisquei, fui e conto-vos isto também porque adorei a minha experiência lá. Foram todas muito simpáticas e compreensíveis com a minha hesitação. Além disso, adorei o corte e ainda tive 20% desconto por ser estudante, ficando no total de 24.90€, o que não acho que seja caro para a média de preços em Lisboa. 

5 comentários:

  1. Compreendo-te tão bem, mas ainda fui mais longe que tu...
    Tinha o cabelo já no fim das costas e cortei em BOB! Foi quase meio metro de cabelo embora...
    Foi um choque!!!
    Deixa-me que te diga que adoro o resultado final e ficas optima de qualquer forma! Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  2. Compreendo-te tão bem, mas ainda fui mais longe que tu...
    Tinha o cabelo já no fim das costas e cortei em BOB! Foi quase meio metro de cabelo embora...
    Foi um choque!!!
    Deixa-me que te diga que adoro o resultado final e ficas optima de qualquer forma! Beijinhos <3

    http://beatrizlestrange.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Não sei como conseguiste estar 3 anos sem ir ao cabeleireiro! Às vezes parece uma necessidade ir lá só cortar as pontas :)
    Gostei muito do resultado do teu corte, é sempre bom mudar :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Fica-te super bem! Grande coragem! Adorei!

    ResponderEliminar

Copyright @ the brunette lingerie. Blog Design by KotrynaBassDesign