by patricia murteira

Pages

Search:

.

.

13.4.14

10 dicas para organizar um closet

Não importa se é grande ou pequeno, todos os roupeiros precisam de manutenção e organização. Passei grande parte da noite a procurar por inspiração mas acima de tudo, por dicas que o venham a torna-lo o mais funcional possível. A organização do roupeiro difere em função do espaço, da quantidade de roupa (todas as mulheres possuem uma enorme quantidade de peças que não vestem - sejamos honestas), e do estilo de vida que cada uma tem. 

Planeei 10 dicas que podem muito bem vir a ser uma preciosa ajuda para o vosso futuro:

1ª dica: 
Para saber como organizar um closet, primeiramente, é preciso observar as condições do ambiente. De forma a proteger as peças a médio prazo, é necessário prestar atenção a detalhes como: ventilação, humidade, rachaduras e temperatura. Resolver estes entraves é fulcral para que as peças não acabem danificadas. 

2ª dica:
O closet é um lugar muito visual e é imprescindível que ele conte com uma boa iluminação. Não há necessidade que seja aquela luz branca que chega a cansar os olhos, mas é fundamental ter uma iluminação adequada para que não ocorra confusão nas escolhas.

3ª dica:
Para closets pequenos, será vantajoso caprichar nos espelhos. Além de funcionais ainda passam a sensação de amplitude. Para otimizar o espaço, é possível inclui-los em portas de correr.

4 dica:
O espaço deve ser um lugar aconchegante. Pisos gelados estão fora de questão já que muitas das provas de roupas são feitas quando estamos descalças. Apostar num puff ou poltrona também fará toda a diferença na hora de experimentar ou trocar de sapatos.

5ª dica:
O dinheiro que se investe num closet não é proporcional ao rendimento que lhe tiramos. Actualmente existem inúmeros modelos de madeira, alumínio e de vários compartimentos, sendo que o ideal é montar um closet de acordo com o gosto e a necessidade de cada uma. Para isso basta um levantamento da quantidade de sapatos e acessórios e das peças a serem guardadas e dobradas. Pequenas caixas servem perfeitamente para armazenar roupa de ginástica, cintos e lenços. 

6ª dica: 
Chegámos à parte principal. Para essa é necessário um espaço livre e limpo para poder visualizar e manusear as peças. Tira tudo do armário, tudo mesmo! Desde roupa a acessórios, cestas, caixas e cabides! Faz uma limpeza geral ao closet e pelo menos uma vez por semana deixa arejar os armários que costumam estar fechados.

7ª dica:
Agora, momento em que praticamente fuzilamos quem quer que tente entrar dentro do quarto, é necessário separar as peças de roupa por montes.

- Para manter: é importante concentrar-nos no que queremos manter. Aqui devemos ser bastante críticas. Gosto mesmo da peça? Serve-me? Cheguei a usa-la nos últimos três meses? Se a resposta for sim a todas as questões, guarda-mos! Se for não, mais ou menos ou assim-assim, então provavelmente a voltaremos a vestir.

- Para deitar fora, vender ou doar: coloca neste monte as peças que decididamente já não usas, gostas ou que não te servem. Não vale a pena acumular peças que pensas vir a gostar ou servir num futuro próximo. O mais certo é serem muito melhor aproveitadas se as doares ou fizeres algum dinheiro com elas. 

- Para arranjar: aqui colocas as peças que precisam de pequenos arranjos de costura. No final, leva as peças à costureira, avó, ou se fores uma daquelas mulheres habilitadas, reserva uma tarde para pôr fim à sua estagnação.

8ª dica: 
Divide agora as peças que ficaram no monte para manter. Separa-as por categorias: sapatos, cintos, blusas, camisolas, calças, saias, vestidos. Depois é decidir como queremos guardar cada grupo.

- O que devemos pendurar: camisas, blazers, coletes, blusas de tecido fluido, calças, saias, casacos, vestidos, calções.
- O que podemos guardar nas prateleiras: Camisas mais clássicas, malhas, leggings.
- O que pode ir para as gavetas ou caixas: Lingerie, bikinis, meias, lenços e cachecóis, pijamas, roupa de ginástica.
As saias e os shorts devem ficar pendurados na parte inferior do closet.
As bolsas e malas podem ficar separadas por prateleiras com divisórias de acrílico.
Já os sapatos, tanto podem ficar expostos como também apenas em prateleiras com corrediças. 
Usa cabides da mesma cor e material para uma melhor percepção do que realmente importa, as roupas!
Se for possível, separa as peças por cores e coloca da mais escura para a mais clara.
9ª dica:
Reserva a parte de mais fácil acesso do armário para as roupas que mais usas. Por exemplo, se tens de usar um estilo mais formal para trabalhar e informal para o fim-de-semana, deixa as peças que usas todos os dias na parte do teu roupeiro que seja de mais fácil acesso.
Os itens que usas apenas ao fim-de-semana podem ser guardados nos cantos mais escondidos, pois nessa altura terás mais tempo para escolher o que vestir sem as pressas típicas da manhã. Guarda os itens menos usados e fora de época na parte de trás das prateleiras e nas prateleiras superiores.
10ª dica:
Deves organizar o teu armário sem pressas. Quanto mais tempo perderes na organização do mesmo, menos tempo demoras a vestir-te de manhã e a escolher os teus looks diários. Reorganiza o teu roupeiro 4 vezes ao ano (a cada renovação de estação) e faz uma manutenção rápida uma vez por mês.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright @ the brunette lingerie. Blog Design by KotrynaBassDesign